Vejamos o seguinte cenário: Um motorista passa 12 horas em deslocações entre serviços, enfrentando muitas vezes condições meteorológicas adversas. Estas circunstâncias motivam, naturalmente, um estado de espírito pouco aconselhável à condução (raiva, cansaço, falhas de atenção e ansiedade por chegar a casa). No momento em que o motorista assume o volante da viatura para realizar a longa viagem de regresso a casa, os seus pensamentos já só estão com a família e com conforto seu lar. Eis que, subitamente, o veículo desvia-se para a outra faixa de rodagem, passando a centímetros de outra viatura. As mãos começam a tremer e a suar, o nervosismo toma de assalto o estado de espírito do motorista. Se parar não é uma opção, o que é que poderá ser feito para evitar que esta situação se repita? Da nossa parte, seguem algumas dicas para manter o foco na estrada.

 

  1. Mantenha-se hidratado – Beber muita água ajuda o corpo a manter-se fresco, evitando que se sinta lento e sonolento. Quanto mais fria a água, melhor.

 

  1. Traga sempre snacks saudáveis – Despeça-se das barras de chocolate e dos pacotes de bolachas. Em vez disso, opte por aperitivos repletos de proteínas como amêndoas, sementes ou frutas.

 

  1. Masque uma pastilha – Mascar uma pastilha permite-lhe manter o cérebro ativo e a mente desperta. Opte pelas pastilhas sem-açúcar para evitar cáries. Desta forma ganha a dobrar!!!

 

  1. Ria-se – É isso mesmo, rir. Ouvir espetáculos de comédia pode ajudar o seu cérebro a manter-se ativo e os seus olhos a manterem-se fixos na estrada. Só uma dica, no meio da diversão, não se esqueça de manter os olhos bem abertos.

 

  1. Inale extratos de óleos – Até pode parecer algo inusitado, mas a rápida inalação de um óleo revigorante como hortelã-pimenta, toranja ou até mesmo eucalipto, vai ajudá-lo a estimular o sistema nervoso do cérebro, mantendo-o alerta sem necessidade de recorrer à cafeína ou açúcar.

 

  1. Ligue o Ar Condicionado – Se o interior do veículo estiver frio, será possível criar um ambiente desconfortável e pouco sugestivo à ocorrência de episódios de sonolência.

 

  1. Hidrate os olhos – A monotonia provocada pela condução em longas distâncias faz com que se esqueça, muitas vezes, de piscar os olhos. Pode parecer irrelevante e caricato, mas o facto de ter os olhos hidratados torna-os “menos pesados”, iludindo assim o cansaço. Por isso, tenha sempre por perto gotas oculares.

 

  1. Cante – Pode até estar longe de ser um rouxinol, mas o importante aqui é que se mantenha acordado. Por isso, escolha uma lista de músicas que saiba de cor e cante para se manter concentrado na tarefa que tem entre mãos … chegando em segurança ao seu destino.

 

  1. Durma bem – Tente dormir entre 7 a 8 horas todas as noites. Se o fizer, conseguirá regenerar corpo e mente, sendo muito menos provável que adormeça nas horas de maior cansaço. O objetivo é começar o dia com o máximo de energia para evitar a fadiga.

 

  1. Pratique a positividade – Vários estudos sugerem que as pessoas que encaram a vida de forma positiva sentem, normalmente, menos cansaço.

 

Cada motorista terá as suas estratégias para contrariar a fadiga ao volante. O importante mesmo, é que consigam chegar a casa em segurança.

 

Mascarar os verdadeiros resultados da sua frota de viaturas não lhe trará grandes benefícios. Porquê? Bastam 3 pontos para lhe explicarmosFaça este exercício de observação das suas forças de trabalho. Mas observe com atenção. Por vezes existe potencial escondido no seio da sua equipa ou ações que poderiam contribuir para um aumento da produtividade da sua frota automóvel.